Notícia

Maio/2015
ENEM – A PORTA DE ENTRADA PARA ENSINO SUPERIOR

ENEM – A PORTA DE ENTRADA PARA ENSINO SUPERIOR

O Exame Nacional do Ensino Médio é uma avaliação destinada para os concluintes do Ensino Médio onde é avaliado diversas habilidades dentro de questões interdisciplinares, a preparação do aluno é fundamental. O Colégio Luterano Concórdia dentro de sua proposta, também desenvolve seu trabalho a fim de preparar nossos/as alunos/as para realizar o ENEM, sabemos da importância de uma boa prova que também está associada ao hábito do estudo e da leitura, a escola, como os cursos, reparatórios tem um grande percentual no sucesso do/a aluno/a , porém o comprometimento e a dedicação faz muita diferença no resultado final!

Abaixo foi organizado textos de diferentes sites, que ajudam a entender como o Enem é importante e que o PROUNI, programa do governo destinado a alunos de escolas públicas e carentes, é apenas uma alternativa dentre tantas portas que podem serem abertas. Cada instituição utiliza a média do Enem de um jeito ,mas, em todos os casos, uma coisa é imprescindível: o bom desempenho. É preciso ter se saído bem no Exame pra conseguir o benefício.

Vestibular

Todas as universidades e institutos federais utilizam o Enem, algumas como critério de seleção de parte ou de todas as vagas dos cursos superiores. A nota do Enem pode ser utilizada como bônus no vestibular, como 1ª fase, para preencher vagas com ou sem o Sistema de Seleção Unificada (SiSU) e, por fim, como critério único de seleção das vagas remanescentes.

Existem duas formas de as universidades a primeira, e mais usada, é a seleção através do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), a outra maneira é o Instituto Nacional de Educação e Pesquisas Educacionais (Inep) enviar as notas do Enem para as universidades.

Com o SISU

O ingresso via SISU é bem simples, pois o candidato não precisa se inscrever na universidade. É exigido somente a inscrição no Enem e, após realizado o exame, o candidato pode acessar o SISU através do seu número de inscrição do Enem.

Dentro do SISU o candidato terá acesso a uma lista com todas as universidades que oferecem vagas. Clicando em uma delas é possível visualizar os cursos e a quantidade de vagas disponíveis. Os vestibulandos podem concorrer a qualquer uma das vagas, mesmo àquelas fora do seu Estado.

Encerrado o prazo para se candidatar às vagas, o sistema é fechado para a formulação das listas de aprovados. O SISU utiliza unicamente as notas do Enem, mas cada curso pode adotar um peso diferente para as provas. Esse cálculo é feito automaticamente pelo sistema, assim como o bônus do sistema de cotas.

Sem o SISU

Algumas instituições de ensino superior, como a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), preferem não fazer parte do SiSU. Neste caso, os vestibulandos se inscrevem no Enem e também no vestibular da universidade. A diferença está na elaboração da lista de aprovados, que é feita pela própria instituição.

Quando todas as provas do Enem são corrigidas, o Inep envia para as universidades as notas obtidas pelos candidatos que se inscreveram no vestibular. A vantagem é a autonomia da universidade, rapidez na divulgação do resultado e cronograma próprio.

Grande parte das universidades destina apenas uma percentagem de vagas para serem ocupadas unicamente pelo desempenho no Enem. Geralmente, estas vagas são de cursos que não precisam de prova específica.

'UFRGS adota o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) como forma de ingresso de novos alunos, para 30% das vagas da graduação – os outros 70% são preenchidos por meio de Concurso Vestibular próprio. O processo é realizado pelo MEC, por meio do site http://sisu.mec.gov.br, e usa a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para selecionar os estudantes. Para aprovação na UFRGS, será exigida dos candidatos às vagas destinadas ao SiSU a pontuação no ENEM de, no mínimo, 450 pontos em cada uma das áreas de conhecimento do exame, e, no mínimo, de 500 pontos na redação.

A seleção de novos alunos pelo Sistema de Seleção Unificada ocorrerá somente no início do ano, para ingresso nos dois semestres letivos de 2015.'

A realização do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) não é obrigatória para a participação no Concurso Vestibular da UFRGS. Ao se inscrever no Concurso Vestibular da UFRGS, o candidato poderá manifestar se deseja utilizar ou não os resultados daquele exame. Entretanto, segundo as normas definidas pela UFRGS, alertamos que será vantajosa a participação e utilização das notas do ENEM. http://passenaufrgs.com.br/guia/o-enem-na-ufrgs.php

Para o aluno solicitar um financiamento, caso seja necessário numa Universidade Particular, o Enem é importante:

O FIES é um programa disponibilizado pela Caixa Econômica Federal e visa facilitar a entrada do jovem nas faculdades particulares, mas acontece que muitos pensam que não precisa do Enem para fazer o FIES, porém para participar do FIES precisa fazer o ENEM.

Então você precisa da nota do Enem para fazer o FIES, porque um programa passou a ter relação com o outro. O FIES é um cadastro que você faz na própria Caixa e precisa de um avalista, eles financiam em torno de 50% da sua faculdade e quando concluir o curso os pagamentos começam a serem realizados para Caixa.

ENEM 2015
DATA DAS INSCRIÇÕES:
As inscrições ocorrem entre as 10h de 25 de maio e ás 23h59 de 5 de junho. Para quem não conseguir isenção, a inscrição só será 'confirmada' após o pagamento da taxa de R$ 6,00 até as 21h59 do dia 10 de junho, exclusivamente pela internet, no site: http://sistemasenem2.inep.gov.br/inscricaoEnem.

Código censo MEC Concórdia- Canoas
43038379


DURAÇÃO DAS PROVAS
No primeiro dia, ciências humanas e ciências da natureza terão 4 horas e meia de duração. No segundo dia, linguagens, matemática e redação terão 5 horas e meia de duração.

HORÁRIOS DAS PROVAS
Portões serão fechados às 13h (horário oficial de Brasília). Mas, dessa vez, as provas só começam 30 minutos depois do fechamento dos portões, ou seja, às 13h30, no horário de Brasília.

Professora Patrícia Bernardo Pereira
Serviço de Supervisão Escolar
Fonte: Site do INEP- Enem 2015